Nutriente-se

A maioria dos genes “em si” não criam doenças

O que pode causar a doença é a interação entre os genes e o ambiente, principalmente como nos alimentamos e a qual estilo de vida submetemos nosso corpo.
Você até pode ter genes (chamamos de polimorfismos) mais suscetíveis para desenvolver doenças cardíacas, diabetes, artrite, obesidade, etc, porém isso não significa necessariamente que você vai desenvolver essas doenças.
A menos que sua alimentação esteja inadequada com seu perfil genético. Por isso, os conhecimentos adquiridos a partir dos conceitos da nutrigenética, nutrigenômica e epigenética permitem um olhar baseado em evidências científicas para validar as prescrições nutricionais personalizadas, que resultam em benefícios à saúde dos indivíduos e que não causem danos, principalmente.